MAPA publica relatório estatístico do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) de 2016

February 16, 2017

Em 2016 o Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural contou com orçamento de R$ 400 milhões – 41,8% acima do disponibilizado em 2015. A maior dotação orçamentária, permitiu a recomposição dos Indicadores do Programa: 48 mil produtores beneficiados, 5,6 milhões de hectares segurados, resultando numa importância segurada de R$ 13,26 bilhões.

 

O Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR) tem função estratégica no âmbito do Governo Federal, sendo um dos pilares da política agrícola brasileira. Desde o ano de 2005, quando o Programa foi instituído, a subvenção econômica concedida pelo Governo Federal vem auxiliando milhares de produtores a contratar o seguro, como forma de se precaver contra as perdas financeiras decorrentes de adversidades climáticas.

 

O PSR tem se consolidado como uma importante ferramenta de gestão de riscos agropecuários, fato que pode ser comprovado por meio da análise de alguns números do Programa. De 2006 a 2016 o número de produtores rurais atendidos passou de 16 mil para 48 mil, ou seja, houve aumento de 192% no número de beneficiários. A área e a importância segurada cresceram 220% (de 1,8 para 5,6 milhões de ha) e 362% (de 2,9 para 13,3 bilhões), respectivamente. Diante da expansão do Programa, a concessão de subvenção cresceu consideravelmente, passando de R$ 31,16 milhões em 2006 para R$ 398,58 milhões em 2016.

 

Em 2016, 11 seguradoras estavam habilitadas a operar com o PSR. Destas, as que mais contrataram operações com seguro rural foram, pela ordem, Aliança do Brasil, Essor Seguros, Sancor Seguros do Brasil e Swiss Re, que responderam pela contratação de mais de 50 mil apólices, ou seja, 66,1% do total de apólices subvencionadas. As operações realizadas por estas empresas corresponderam a 74,5% do total da área segurada no país e a 69,8% da importância segurada.

 

As culturas que receberam maior aporte de recursos da subvenção ao seguro rural foram: soja, com 42,1% (R$ 167,90 milhões), milho 2ª safra (18,6%; R$ 74,07 milhões), trigo (10,8%; R$ 42,93 milhões), maçã (8,7%; R$ 34,85 milhões) e uva (6,4%; R$ 25,64 milhões). Estas culturas consumiram 86,7% (R$ 345,38 milhões) do total de recursos disponibilizados pelo Programa, beneficiando 47.353 produtores (98,6% do total).


Para acessar o relatório completo clique aqui.
 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Gostou da leitura? Compartilhe o site, siga nossa página no Linked In / Facebook e deixe seu comentário para nos ajudar a proporcionar notícias e análises a mais leitores​​​​ ​

Copyright © 2016 Portal Seguro Rural. Todos os direitos reservados.