Clima deve trazer prejuízos nas lavouras e produtores vão acionar seguro agrícola

October 25, 2017

O excesso de chuvas no período do plantio e a falta da mesma no tempo de formação das plantas causam prejuízos à produtividade e à qualidade das culturas de inverno. Isso tem se confirmado no processo da colheita.

 

No programa Cotações e Mercados do último domingo (22), o engenheiro agrônomo da Emater, Cláudio Doro, destacou que a variação do clima frustrou agricultores na expectativa das safras desse ano da canola, cevada e trigo.

 

Explicou que, com certeza, as lavouras não vão cobrir o custo de produção e consequentemente os agricultores vão ter que recorrer ao seguro agrícola ou ao Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro) para a quitação da dívida. O Proagro atende pequenos e médios produtores por meio da exoneração de obrigações financeiras relativas a operação de crédito rural de custeio, no qual a liquidação seja dificultada pela ocorrência de fenômenos naturais, pragas e doenças que atinjam rebanhos e plantações.

 

Doro contou que há um grande volume de solicitações do Proagro na região em razão de perdas na canola, que está com péssimas lavouras. Para a cevada, que também está em processo de colheita, além da qualidade ruim, estima-se que a produtividade deve ser média, entre 35 e 45 sacas por hectares.

 

O engenheiro agrônomo, disse que o mesmo deve acontecer com o trigo. Em algumas lavouras de trigo em Não-Me-Toque estão sendo colhidos a base de 20 a 30 sacas por hectare, sendo a qualidade com PH 72 a 75.

 

 

Para mais informações acesse: https://www.rduirapuru.com.br/

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Gostou da leitura? Compartilhe o site, siga nossa página no Linked In / Facebook e deixe seu comentário para nos ajudar a proporcionar notícias e análises a mais leitores​​​​ ​

Copyright © 2016 Portal Seguro Rural. Todos os direitos reservados.