Seca causa prejuízos nas lavouras de milho em Mato Grosso do Sul

Plantas secas, folhas retorcidas e espigas pouco desenvolvidas. Essa é a situação em muitas lavouras de milho, em Bandeirantes, região central de Mato Grosso do Sul. 

 

O agricultor Edgar Massoti, que plantou mil hectares do cereal, conta que investiu em sementes de qualidade, adubação e controle de pragas. Mas, foi surpreendido nesta safra pelo clima seco.

 

"Hoje a situação está bem crítica para nós aqui, faltou muita água. A lavoura foi implantada com uma expectativa boa de colheita, vinha se desenvolvendo bem. Só que, infelizmente, mesmo que chova não tem mais volta, não recupera mais", desabafa.

 

 

A seca castiga as lavouras desde o mês de abril, quando choveu aproximadamente 13 milímetros na região, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A única chuva de maio, até agora, foi de 20 milímetros, no dia 6. " O mês de abril geralmente faz 70, 80 milímetros, chuva com espaçamento de 10, 15 dias. E não choveu nada. Pegou bem a fase de desenvolvimento e florecimento", explica ao G1 Massoti. Ele estima perdas de pelo menos 60% na produtividade da fazenda.

 

 

Para mais informações acesse: https://www.noticiasagricolas.com.br/

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Gostou da leitura? Compartilhe o site, siga nossa página no Linked In / Facebook e deixe seu comentário para nos ajudar a proporcionar notícias e análises a mais leitores​​​​ ​

Copyright © 2016 Portal Seguro Rural. Todos os direitos reservados.