O agricultor e seus prejuízos

January 1, 2019

Sabemos que a vida do produtor rural não é fácil. Trabalha sob sol ou chuva, acordando cedo, se desgasta com atividades simples e mais complexas, que requerem esforço físico e mental.

 

Os produtores e trabalhadores rurais são verdadeiros guerreiros, que precisam ser reconhecidos por nós, pela sociedade. Eles não têm ponto para bater, porque não têm horário para acabar a lida. Sete dias por semana, 365 dias por ano, a planta não tira um dia de folga no feriado, muito menos o produtor, que segue cuidando do seu negócio.

 

Essas pessoas do campo podem até não conhecer métodos e técnicas especializados em gestão de riscos na agricultura, porém são pós graduados em saber cair e levantar. 

 

Pare um dia para conversar com um produtor rural, você ficará encantado com cada história de vida que encontramos por aí. Apesar de cada uma ter um enredo diferente, encontrará várias semelhanças, principalmente uma: todos já quebraram e se levantaram com o próprio suor do rosto e muito trabalho honesto. Vários já chegaram a perder tudo. Plantações que foram dizimadas pela falta de chuva, compradores que não cumpriram seus deveres de pagamento, preços baixos, doenças, etc. Mesmo assim, essa classe acreditou que poderia ser diferente na safra seguinte, lutou, renegociou suas dívidas, correu atrás e continuou colocando alimento de qualidade na nossa mesa.

 

Às vezes, por conta desses grandes prejuízos os produtores até mudam de atividade. Aqueles que produziam batata vão para outra cultura por exemplo, aqueles que plantavam milho, começam a plantar trigo e assim por diante. Isso é ainda mais grave em culturas de alto investimento, como tomate, ou de grande escala, pois o risco é maior e o tombo é pior. Produtores que não possuem seguro assumem a conta na totalidade. Há produtores que pagam dívidas durante anos após o tombo e isso compromete sua capacidade de investir na produção das safras seguintes.

 

As principais causas que geram prejuízos aos produtores rurais são riscos climáticos tais como seca, geada e granizo, e quando os preços dos produtos agrícolas estão muito baixos. Às vezes, ocorrem esses dois fatores negativos em conjunto com outros problemas associados que contribuem para uma quebra de safra, como uma praga ou doença difíceis de serem controladas.

 

Um mecanismo que auxilia o produtor nos casos de riscos climáticos e de preços é o seguro rural, instrumento de transferência de risco do agricultor para uma seguradora, que possui alta eficiência e confiabilidade. Um dos produtos mais modernos na atualidade, que é uma grande alternativa para o produtor se prevenir contra prejuízos incontroláveis, é o Seguro Faturamento que cobre perdas causadas por fenômenos climáticos e queda de preços.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Gostou da leitura? Compartilhe o site, siga nossa página no Linked In / Facebook e deixe seu comentário para nos ajudar a proporcionar notícias e análises a mais leitores​​​​ ​

Copyright © 2016 Portal Seguro Rural. Todos os direitos reservados.