top of page

Chuvas estão comprometendo o trigo chinês

Chuvas recorrentes estão inundando as lavouras de trigo


As condições climáticas extremas experimentadas no leste da Ásia continuam impactando a produtividade agrícola. Na China, a planície do norte da China, conhecida por sua produção de trigo, tem enfrentado chuvas excessivas.


De acordo com um relatório recente do USDA, chuvas intermitentes inundaram as plantações de trigo na região, com algumas áreas registrando mais de 100 mm de chuva.O tempo úmido persistente ameaça a qualidade do grão e, se continuar, pode levar à diminuição da produtividade. No entanto, essas condições climáticas tiveram efeitos contrastantes em todo o país.


As chuvas variando de 10 a 50 mm reforçou o crescimento das culturas emergentes de verão no vale superior do Yangtze e em partes do nordeste. Enquanto isso, na região oeste da China, o aumento das temperaturas melhorou um pouco as condições de cultivo do algodão. Apesar dessa melhora, o desenvolvimento da cultura do algodão está atrasado, com a necessidade urgente de mais aquecimento para estimular o crescimento.


Simultaneamente, o tufão Mawar, apesar de enfraquecer rapidamente e se dissipar em águas abertas, desencadeou fortes chuvas de mais de 300 mm no sul do Japão. Felizmente, as inundações induzidas pelo tufão tiveram um impacto mínimo no setor agrícola local.


A Coreia do Sul, por outro lado, deu as boas-vindas às chuvas recentes, que chegaram a 100 mm em algumas partes e amenizam as condições da estiagem. Essa chuva ofereceu alívio para os agricultores sul-coreanos, proporcionando algum otimismo em meio a um período agrícola desafiador.


Material elaborado pelo metereologista, Gabriel Rodrigues com revisão de Seane Lennon.*



Para mais informações acesse: https://www.agrolink.com.br/

Comentários


bottom of page