Com apoio da CNA, Monitor do Seguro Rural retoma reuniões em abril

O projeto Monitor do Seguro Rural, realizado para avaliar e propor aperfeiçoamentos aos produtos e serviços ofertados pelas seguradoras que atuam no agronegócio, retomará as reuniões virtuais no dia 23 de abril, com o tema culturas de inverno.



O cronograma de videoconferências previstas para 2021 foi divulgado pelo Ministério da Agricultura e prevê mais seis atividades ao longo do ano: culturas de inverno, pecuária de corte, arroz, pecuária de leite, olerícolas e frutas. O primeiro encontro acontece no dia 23 de abril para as culturas de inverno. Até outubro, serão seis encontros mensais.


O Monitor do Seguro Rural é uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a CNA e outras entidades do setor. Os eventos são voltados para produtores rurais, associações, cooperativas e demais interessados em conhecer o funcionamento dos produtos de seguro rural e contribuir para aprimorá-los.


Segundo a superintendente técnica adjunta da CNA, Fernanda Schwantes, além do crescimento do orçamento para o seguro rural, o Mapa iniciou diversas ações paralelas para fortalecer e estimular o crescimento organizado desse segmento no ano passado, como o Monitor do Seguro Rural.


Ela destaca que a CNA vem mobilizando produtores e lideranças do setor para participarem das reuniões. A intenção é disseminar conhecimento no assunto e contribuir para a melhoria do programa e dos produtos de seguro.


“Vamos continuar apoiando essa iniciativa porque, além de trabalhar para o crescimento do orçamento do PSR, que torna o seguro mais acessível para o produtor rural, é importante que o produtor tenha uma boa experiência com a contratação do seguro. Queremos que o produto atenda às especificidades da atividade dele e que ele seja atendido no caso de precisar recorrer à indenização”, afirmou ela.


Em 2020, os eventos contaram com mais de 1.400 participantes. As reuniões do Monitor, que começaram em julho do ano passado e se estendem até final de 2022, irão contemplar mais de 60 atividades entre grãos, frutas, olerícolas, pecuária, florestas, aquícola, café e outras culturas.


Conforme o Mapa, em 2020, o PSR aumentou em 108% a quantidade de apólices contratadas, atingindo 193 mil apólices de seguro rural, que corresponderam a um valor segurado de R$ 45,8 bilhões e garantiram a cobertura de 13,7 milhões de hectares.


Para participar das videoconferências, basta acompanhar o site do projeto, onde serão divulgados os convites para a participação.


Para mais informações acesse: https://www.cnabrasil.org.br/