Mais de 1,1 mil produtores do RS já acionaram Proagro por perdas com milho

Os danos gerados pelas chuvas abaixo da média pela segunda safra consecutiva no Sul do país já levaram mais de mil pequenos agricultores a darem entrada em pedidos de indenização ao Proagro, política pública de mitigação de riscos relacionados à produção, mantido pelo governo federal.


Só no Rio Grande do Sul, a Emater aponta que 1.127 produtores de milho realizaram comunicação de perdas neste ano, o que só ocorre quando o prejuízo nas lavouras é considerado irreversível.


“É um número enorme. Tivemos uma estiagem generalizada, muitos Proagros foram acessados no milho, mas temos perdas difíceis de serem mensuradas no curto prazo, porque os danos se alongam”, explica o economista da economista-chefe da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Antônio da Luz.


Segundo ele, os agricultores atingidos são principalmente produtores de leite que cultivam o milho para produzir silagem durante a estação seca e que devem usar o dinheiro recebido pelo seguro para replantar as lavouras, mas ainda com perdas de 40% em relação à produção esperada no Estado, de 5,7 milhões de toneladas.



Para mais informações acesse: https://revistagloborural.globo.com/