top of page

‘Não tem dinheiro para o seguro rural’, lamenta Miguel Daoud

Questões envolvendo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) podem afetar os créditos destinados ao setor da agropecuária do país no decorrer deste ano e também do próximo. É o que observa o analista de política e economia do Canal Rural, Miguel Daoud. Ele destaca, por exemplo, que não há verba para o seguro rural.


“Não tem dinheiro para o seguro rural”, enfatizou Daoud ao participar da edição desta sexta-feira (26) do telejornal ‘Mercado & Companhia’. Nesse sentido, ele lembrou que o presidente Jair Bolsonaro vetou o item 3 do Orçamento — que tratava justamente da parte das despesas contingenciáveis, que englobam, por exemplo, o seguro rural.


Daoud aproveitou a participação no telejornal do Canal Rural para explicar com esse recurso tem de ser tratado pelos agentes do poder público. Com isso, resumiu como se dá a parte do teto de gastos.


“O seguro rural hoje estaria dentro de uma despesa, na qual tem que obedecer o teto de gasto. E o que é o teto de gasto? O que você gastou no ano anterior mais a inflação. Então, se a gente olhar para o que gastou somando a inflação, independentemente de arrecadação, não tem dinheiro”, disse o comentarista ao conversar com o apresentador Antônio Pétrin.



Para mais informações acesse: https://www.canalrural.com.br/

Comments


bottom of page