ASAS derruba umidade para 9%, promove geada e frio radiativo no Sudeste e Sul do Brasil

A atuação da Alta Subtropical do Atlântico Sul (ASAS) tem permitido o registro de madrugadas ligeiramente mais frias em boa parte da faixa leste do Brasil, o que inclui estados do Sudeste e Sul, principalmente.

 

Na madrugada desta segunda-feira (26), o sistema, cujo núcleo está posicionado sobre o Oceano Atlântico, na altura do Rio Grande do Sul, porém, bem afastado da costa, lançou uma pista de ventos úmidos e que provocaram precipitação em municípios da faixa leste da Região Sul, incluindo áreas de Curitiba, no Paraná e Florianópolis, em Santa Catarina. Dado o relevo, a umidade não consegue transpor a serra do mar e fica retida no litoral mantendo a chuva de origem orográfica.

 

Enquanto áreas próximas do litoral seguem mais nubladas ou mais úmidas, no interior, o vento da ASAS é totalmente seco e faz com que a umidade relativa do ar despenque durante as tardes.

 

O frio radiativo, ou seja, causado pela ausência de radiação solar acumulada em superfície, foi intenso e proporcionou a formação de geada em áreas de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo, mas em áreas de baixada, como fundo de vales, por exemplo.

 

 

Para mais informações acesse: http://www.deolhonotempo.com.br/index.php/nacional/7994-asas-derruba-umidade-para-9-promove-geada-e-frio-radiativo-no-sudeste-e-sul-do-brasil-frio-pode-aumentar-no-final-de-semana

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Gostou da leitura? Compartilhe o site, siga nossa página no Linked In / Facebook e deixe seu comentário para nos ajudar a proporcionar notícias e análises a mais leitores​​​​ ​

Copyright © 2016 Portal Seguro Rural. Todos os direitos reservados.